O silêncio é meu, obrigada.

Tô triste porque tô.  Agora tenho eu que ter motivos para estar assim? A vida já não é uma merda ambulante tão grande? Tenho que dar mais motivos que esse? E o meu silêncio, o que tem? Também tenho que ter um motivo pra ele? Você é que deveria ter um bom motivo para acabar com ele e não eu para mantê-lo.  Fala-se demais, fala-se por pouco, fala-se por nada. Se não tens nada a dizer, então não diga. Meia dúzia de vogais vazias?  Hm, não quero, valeu aí.

E se o meu silêncio te incomoda ou te atrapalha, então venha você aqui, quebrá-lo. Porque o meu silêncio, pequena, nasceu de ti. E agora, tanto faz… que vá.

Anúncios